14 de jul de 2008


CIVITAS MATER *
José Barnabé de Mesquita
"Meu carinho filial e meu sonho de poeta
Vêem-te, ó doce cidade ideal dos meus amores,
Em teu plácido vale, entre colinas, quieta,
Como um Éden terreal de encantos sedutores.
Tuas várzeas gentis estreladas de flores
Sagram-te do sertão a Princesa dileta
E o Sol te elege, quando, em íris multicores
Na esmeralda dos teus palmares se projeta
.Nenhuma outra cidade assim à alma nos fala,
Dos teus muros senis a tradição se exala
E a nossa História inteira em teu brasão reluz.
Ainda hoje em teu ambiente, ó minha urbe querida,
Paira dos teus heróis a sombra estremecida- Nobre Vila Real do Senhor Bom Jesus"!
* Poema dedicado à cidade de Cuiabá.

Nenhum comentário: